Pensamento crítico

Filosofia da Fotografia 1

Ao longo da história da filosofia ocidental, a experiência da visão propiciou a filósofas e filósofos a formulação de teorias no âmbito da arte. Com o surgimento da fotografia, com a Revolução Industrial e os avanços tecnológicos, a arte e a fotografia entrelaçaram-se com questões metafísicas, éticas e políticas. O curso irá inserir os participantes na linguagem filosófica para a compreensão dos principais conceitos sobre a imagem fotográfica.
Formato

Online
e ao vivo 
(em direto)

Data de início

6 de janeiro

Duração


8 aulas
16 h/aula

Opções de pagamento

Pix
Boleto bancário
Cartão de crédito

Investimento

[BR] R$420
[PT]  €67

Horários

quintas-feiras
[BR] 19h às 21h
[PT]  22h às 0h

Para pagamentos via Pix ou boleto, envie um email para contato@f508.art

Este curso integra o projeto Passaporte Cultural, no qual, ao pagar uma mensalidade de R$160/€31, como Netflix ou Spotify, você tem acesso a todo o cronograma de cursos do Espaço f/508 de Cultura. Inscrições abertas para o ciclo com início em Outubro de 2021.  

  • Encontro 1: 

Introdução à filosofia da fotografia

Introdução ao método filosófico e o surgimento da filosofia da fotografia.
. Obra indicada: Fotografia e história, de Boris Kossoy.

  • Encontro 2: 

A criação de conceitos na perspectiva de Roland Barthes  

Compreender o conceito de punctum e o conceito de câmera clara.  

. Filosofia e estudo de caso I:  Estudo de caso colocando em prática os conceitos assimilados na filosofia de Barthes.
. Obra utilizada: Câmera clara, de Roland Barthes.

  • Encontro 3: 

A relação entre o/a fotógrafo/a e o aparelho

Estudo acerca teoria de Vilém Flusser sobre a fotografia, acentuando a luta entre o/a fotógrafo/a e o aparelho, tal como essa relação desenvolve-se no domínio da filosofia da fotografia.

. Filosofia e estudo de caso II: Estudo de caso com base nas análises e críticas de Vilém Flusser.
. Obras utilizadas: Ensaio sobre a fotografia de Vilém Flusser.

  • Encontro 4: 

A imagem como resposta ao totalitarismo.

Introdução aos conceitos artísticos elencados por Walter Benjamin para responder ao contexto histórico do nazismo, capitalismo e ao período de guerra iminente.

. Filosofia e estudo de caso III:  Estudo de caso com base nas análises de Walter Benjamin sobre a reprodutibilidade da imagem.
. Obras utilizadas: Ensaios: Pequena história da fotografia e A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica, de Walter Benjamin.

  • Encontro 5: 

Fotografia e fascismo

Investigar elementos encontrados em uma estética fascista, de acordo com Susan Sontag.

. Filosofia e estudo de caso IV:  Estudo de caso com as imagens fotográficas da fotógrafa Leni Riefenstahl.
. Obras utilizadas: Ensaios: Fascinante fascismo, de Susan Sontag.

  • Encontro 6: 

Fotografia e propaganda

Análise da propaganda e suas finalidades dentro de um regime fascista.

. Filosofia e estudo de caso V:  Paralelo entre imagens da 2ª guerra mundial e dias atuais.
. Obras utilizadas: Origens do Totalitarismo, de Hannah Arendt. Capítulo “O movimento totalitário; A propaganda totalitária”(p. 303 – 318).

  • Encontro 7: 

Fotografias que encobrem a dor do outro

O recorte de mundo pelo fotógrafo/a sob a visão de Susan Sontag. Os conceitos a serem explorados serão: fragmento, legenda e enquadramento.

. Filosofia e estudo de caso VI:  Estudo de caso colocando em prática conceitos propostos pela filósofa Susan Sontag.
. Obras utilizadas: Sobre fotografia. Ensaio: “Estados Unidos, visto em fotos, de um ângulo sombrio”(p. 20-32).
. Obras sugeridas: Diante da dor dos outros, Susan Sontag

  • Encontro 8: 

Fotografia na contemporaneidade e sua utilização para a guerra

Análise de imagens para a criação de narrativas sobre quais vidas são passíveis de luto.

. Filosofia e estudo de caso VII:  Análise de imagens com base nos critérios de enquadramento de Butler e na criação de narrativas.
. Obras utilizadas: Quadros de guerra, ensaio: “Vida precária, vida passível de luto”, de Judith Butler. (p. 13 – 56)
. Obras sugeridas: Quadros de guerra, ensaio: “Tortura e a ética da fotografia: pensando com Susan Sontag”.(p. 99 – 150)

Inclui certificado

Todas as formações do f/508 incluem certificação mediante participação nas aulas

Acesso às gravações

Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las

Público alvo

Fotógrafos, amantes das artes visuais, artistas e
interessados no tema.

Pré-requisitos

Nenhum

Mayã Fernandes

Do axé!
Escritora na @ensa.io e Filósofa de Bar
Doutoranda em Teoria e História da Arte
Bio
Doutoranda em Artes Visuais (2019, UnB), investiga a teoria do belo em Plotino e sua relação com o abstracionismo de Wassily Kandinsky. É mestra em Filosofia da Arte (2018, PPGM, UnB) e graduada em Filosofia (2016, UnB). É professora de Filosofia da Fotografia na Pós-Graduação lato sensu em fotografia no Espaço f/508 de Cultura (DF). Desde 2018 dedica-se à oferta de cursos de curta e longa duração nas áreas de arte e filosofia já tendo ofertado cursos no Espaço Renato Russo (2019) e na Faculdade Dulcina de Moraes (2020). Desde 2019 leciona no Espaço f/508 de Cultura (DF) e na Oribê Educacional (DF).
Publicou artigos, ensaios, textos de prosa poética nas áreas de história da arte, filosofia da fotografia e ensino de filosofia. Atuou na Revista Desvio/RJ (2019-2020), tendo publicado mais de 30 textos de crítica de arte e temáticas contemporâneas. Atualmente é ensaísta na Revista Ano II: ensaios (MG). 
Created with